Meu Carrinho

O que você precisa saber sobre autismo?

Dia Mundial de Conscientização do AutismoAproveitamos o dia mundial da conscientização, todo dia 2 de abril, sobre o autismo para reunir algumas informações do que você precisa saber sobre o transtorno do espectro autista (TEA).

Em primeiro lugar, adiantamos que este texto contém um breve resumo sobre o que é e algumas informações necessárias para você iniciar sua pesquisa neste assunto tão extenso.

O que é?

O Dia Mundial de Conscientização do Autismo tem sido celebrado desde 2007, apoiado pela Organização das Nações Unidas (ONU).

O transtorno do espectro autista (TEA) pode ser compreendido como diferenças comportamentais, de comunicação e linguagem.

Algumas pessoas podem apresentar ações repetitivas, sensibilidade a determinados estímulos e outras necessidades.

É importante saber que o autismo não é uma doença, mas sim uma condição, uma diferença que 1 em cada 100 pessoas podem apresentar desde a infância.

A neurodiversidade nos ensina a compreender e respeitar as diferenças, entendendo que que cada indivíduo é singular e que o cérebro humano tem a incrível capacidade de ter variações naturais.

Conhecer essas diferenças nos torna humanos mais autoconscientes e inclusivos.

A importância do acompanhamento desde a infância

Saber sobre o autismo desde cedo ajuda a lidar melhor com as necessidades de cada indivíduo.

Quando reconhecemos os sinais de autismo desde a infância, as crianças crescem e se desenvolvem com mais tranquilidade e com a compreensão da comunidade – família, escola e sociedade.

Sinais na primeira infância

  • A criança não acompanha os pais ou brinquedos com os olhos;
  • Não emite sons e aparenta surdez;
  • Não parece se sensibilizar com alguns estímulos ou se sensibiliza em excesso com outros;
  • Tem comportamentos motores repetitivos;
  • Apego excessivo a rituais ou objetos;
  • Atraso no desenvolvimento (andar, comer, falar);
  • Resistência a dor – a criança não chora com tombos ou machucados;
  • Dificuldade para interagir socialmente;

Ao observar um ou mais sinais listados acima, recomendamos consultar um neuropediatra preferencialmente especialista em autismo.

Deixe o preconceito de lado

Primordialmente, cada criança ou adulto autista vai ter sua própria forma de ser, como todas as pessoas.

Em outras palavras, como existem vários graus de autismo, nem sempre é simples reconhecer o transtorno, tampouco é possível aplicar estereótipos.

Nesse sentido, para além do diagnóstico, o autismo é uma característica. E não vale reconhecer um autista somente como autista, ele também é muitas outras coisas em sua vida profissional e pessoal.

Por fim, segue algumas indicações de links para saber mais sobre o assunto:

Perfis de Instagram:

@umamaepretaautistafalando
@vidadeautista
@chimurawill
@nicolasbritosalesoficial
@tabata_meumundoatipico
@seeufalarnaosaidireito

Blogs

https://autismoerealidade.org.br/blog/
O Blog Autismo e realidade tem matérias interessantes sobre o cotidiano autista e os assuntos ligados ao transtorno.

http://mundodami.com/
A Milena é uma adolescente que compartilha suas experiências de vida e relação com o autismo há mais de 10 anos. Vale a pena conhecê-la!

Filmes e séries:

Tão forte e tão perto – Filme Hbo Max (2011)
Atypical – Série Netflix (2018)
Float – Filme Disney (2019)

FAQ - Central de Ajuda

Produtos em Destaque

Frete Grátis Brasil

sem valor mínimo

Âmbar 100% genuíno

Fornecedores de confiança

Garantia Exclusiva

6 meses para todas as peças

Compra Segura

Aceitamos todos os cartões

FILTRAR POR

CATEGORIA

PÚBLICO

COR

ACABAMENTO

TAMANHO

PEDRA NATURAL

MODELO

TIPO DE FECHO

Envie sua pergunta
1
Precisa de Ajuda?
Olá, aqui é a Beatriz, caso tenha alguma dúvida eu estou aqui para te ajudar! É só enviar uma pergunta.